Jornada para a NuvemSegurança

Entenda como computação em nuvem ajuda a garantir segurança

Os ataques virtuais continuam a aumentar e afetam a segurança nas organizações em todo o mundo. Porém, apesar de todos os esforços e medidas de prevenção tomadas, esses ataques continuam causando estragos, sem sinais de desaceleração.

Surpreendentemente, os hackers agora estão usando tecnologia mais avançada e complexa. Isso para encontrar seus próximos objetivos, infectar vários dispositivos e obter acesso aos dados sensíveis dos usuários.

Nesse cenário, a computação em nuvem, sem dúvidas, é a melhor opção para aumentar a segurança dos dados na empresa.

Sendo assim, descubra aqui como a atualização na nuvem ajuda a garantir a segurança do seu ambiente de TI!

 

O WannaCry: um ramsomware sem precedentes

Os criminosos cibernéticos se tornaram engenhosos durante os ataques e passaram a usar um fator surpresa. Em 2017, o WannaCry foi o maior ataque global de ransomware na história da internet.

O WannaCry tinha uma baixa taxa de detecção. Os hackers exploraram uma vulnerabilidade no sistema Windows que permitiu que o vírus se movesse lateralmente nas redes e infectasse centenas de computadores.

Eles usaram um exploit proveniente da Agência Nacional de Segurança dos EUA, a NSA, para espalhar o malware rapidamente e infectar uma grande quantidade de computadores.

 

Como os ataques virtuais evoluíram

De fato, 2017 provou ser um ano produtivo para os cibercriminosos. Testemunhamos um grande número de novos ataques virtuais que atingiram o mercado. Do maciço WannaCry para o surto Petya, eles vêm em todas as formas e tamanhos, são difíceis de serem antecipados, causando muitos danos.

Parece que este ano os ataques cibernéticos estão ocorrendo em uma frequência maior do que nos anos anteriores. E ainda têm uma alta taxa de impacto. Diversas organizações sofreram esses ataques em grande escala, quer seja perdendo seus dados valiosos ou causando a interrupção do negócio.

Enfim, todo mundo está vulnerável, mas sempre podemos aprender a nos tornar mais resilientes a tais ataques e a levar a segurança cibernética mais a sério, mantendo nossos sistemas atualizados contra as principais ameaças.

Por conseguinte, a invasão do ransomware aumentou significativamente com um grande impacto, causando vazamento de dados e perdas financeiras importantes para organizações.

O estudo “Custo do CyberCrime” realizado pelo Instituto Ponemon em parceria com a Accenture mostrou que o custo do cibercrime é agora 23% maior do que em 2016 e está custando cerca de 11,7 milhões de dólares a organizações de todo mundo.

 

Como a atualização da nuvem aumenta a segurança

Enfim, em um cenário como esse, a computação em nuvem chega como alternativa para aumentar a segurança dos dados sensíveis. Garantindo assim, sistemas sempre atualizados contra as principais ameaças.

Isso porque, da mesma forma que a tecnologia evolui oferecendo novas facilidades à gestão de TI das organizações, os ataques também ficam cada dia mais sofisticados. Além de exigir que correções de segurança sejam executadas continuamente.

Com sistemas baseados na cloud computing, a atualização da infraestrutura é feita automaticamente, assegurando que o sistema esteja protegido contra as mais novas ameaças.

Além disso, a atualização da nuvem vem junto com o suporte de um parceiro dedicado 24x7x365 a deixar suas informações sempre seguras e disponíveis.

Gostou do nosso post? Quer saber mais sobre como manter a segurança dos seus dados? Baixe gratuitamente nosso e-book sobre a estruturação do backup na nuvem e veja como garantir informações protegidas e sempre disponíveis!