Com frequência, a briga entre as grandes provedoras de nuvem gera novas vantagens competitivas para seus clientes, além de uma grande quantidade de siglas e termos que podem confundir um CEO com tantas decisões para tomar no dia a dia.

O AHUB é um exemplo disso. Você sabe o que significa esse programa do Microsoft Azure? Se você está na dúvida, nós vamos te explicar como ele funciona e por que essa é uma grande opção para otimizar seu investimento em software na Nuvem:

O que é o AHUB

O AHUB é um programa criado pela Microsoft com o objetivo de criar um benefício para empresas que já utilizam seus softwares de forma local (principalmente o Windows Server) para seus serviços de nuvem.

A sigla AHUB significa Azure Hybrid Use Benefit, ou “Benefício de Uso Híbrido do Azure”. O objetivo desse programa é permitir que clientes apliquem suas licenças locais do Windows em máquinas virtuais no Azure, pagando menos pelo contrato de serviço sem perder seu investimento prévio.

 

Como funciona o AHUB

Para aproveitar o AHUB, você precisa ter pelo menos uma licença do Windows Server com Software Assurance ativado. Fazendo a adesão ao programa, esse contrato é convertido em duas instâncias no Azure com até 8 cores ou uma instância com até 16 cores. O benefício inclui o Windows Server 2008 R2, 2012, 2012 R2 e 2016.

Dessa forma, a empresa economiza até 50% da assinatura do Azure enquanto sua licença local ainda é válida, pois o que você já investiu é abatido do valor total do contrato.

Além da economia, você ainda consegue converter facilmente um capital gasto em produto para infraestrutura como serviço, um modelo de investimento mais moderno que aumenta a produtividade e segurança e ainda libera a equipe de TI para trabalhar mais estrategicamente dentro do negócio.

 

Como usar o AHUB para reaproveitar seu investimento em software

Mas como exatamente o AHUB funciona na prática para que você reaproveite um investimento já feito em licença de software? Entender a vantagem de fazer esse movimento é o mais importante para conseguir a economia potencial do programa da Microsoft.

O maior ganho no AHUB (com economia de até 50%) vem, por exemplo, quando a empresa decide consolidar seus servidores e migrar toda a sua operação para o Azure. Antes, se você tivesse ainda um ou dois anos com sua licença local ativa, precisaria esperar esse tempo para fazer a mudança se não quisesse desperdiçar o dinheiro já gasto com o Software Assurance.

Mas empresa nenhuma hoje pode se dar ao luxo de esperar dois anos para ajustar uma estratégia de negócio. Ao aderir ao AHUB, a empresa cria uma Windows VM que se adapte às suas necessidades e converte sua licença de software para um contrato de serviço.

É uma migração rápida e sem períodos de indisponibilidade que possam afetar a empresa. Além de economizar na assinatura do Azure, o negócio imediatamente ganha fôlego para aumentar sua produtividade e economia extra no abandono de capital parado e potencialmente ocioso de servidores e licenças locais.

E esse movimento pode ser ainda mais vantajoso para a sua empresa se feito em parceria com uma consultoria especializada em tecnologia de nuvem. Então, que tal entrar em contato conosco? A SGA trabalha como ninguém para transformar o seu investimento em software na saída perfeita para crescer e se consolidar no mercado!

Comentários

comentários