Gestão de TI

4 erros em negociações para evitar

erros em negociações

Não basta dominar todos os processos internos, se você não tem know how para fazer uma boa negociação. Esse aspecto, que está presente constantemente na vida de todos os CEOs e do alto escalão de qualquer empresa, é fundamental para obter resultados positivos e, consequentemente, desenvolver a marca no mercado.

Com o objetivo de ajudá-lo a lidar melhor com esse assunto, apresentamos abaixo os 4 principais erros em negociações que devem ser evitados a qualquer custo. Com os macetes, pode apostar que você vai aperfeiçoar tal habilidade, evitando gafes durante o processo. Veja só:

1. Não elaborar um planejamento

Ao agendar uma reunião, o primeiro passo para obter êxito na tarefa de captar um prospect, por exemplo, é realizar um planejamento detalhado, tratando todos os aspectos que serão discutidos neste momento de forma que o assunto flua naturalmente.

A falta de um plano, nesse contexto, é altamente prejudicial, visto que você pode se perder na abordagem, além de apresentar propostas inadequadas ou insatisfatórios, dificultando assim o fechamento do negócio.

Outro ponto negativo que acontece devido à falta do planejamento é o prolongamento do encontro, o que será muito malvisto para o possível cliente, pois ninguém gosta de ficar horas presos em uma reunião sem chegar a um consenso, não é mesmo?

2. Ser totalmente inflexível

Esse é dos erros capitais em negociação. Claro que o intuito é firmar uma acordo ou até mesmo uma parceria conforme o seu planejamento. Contudo, é necessário estar com a mente aberta às novas sugestões, uma vez que a negociação pode tomar caminhos inesperados. E se tal fato acontecer, não seja inflexível e arrogante. Escute a proposta e verifique se ela é vantajosa para ambas as partes.

Caso a oferta não esteja em conformidade com sua expectativa e não seja interessante para a sua empresa, seja cordial, agradeça pela atenção e recuse gentilmente. Mas em hipótese alguma seja irredutível, afinal o processo de negociação envolve também saber ceder.

3. Pensar apenas em vantagens próprias

Com certeza você já lidou com comerciantes que tentaram tirar vantagem sobre tudo, sem demonstrar o mínimo de preocupação com o cliente. E qual foi a sua reação? Aposto que você recusou o negócio e partiu em busca de outras oportunidades, certo? Portanto, não seja esse tipo de pessoa durante uma negociação. Tente analisar a situação como um todo e assim oferecer uma proposta realmente justa. Deixe claro que a sua empresa importa-se em criar acordos viáveis.

4. Ignorar o interlocutor

Alguns comerciantes pensam que o processo de negociação consiste apenas em um monólogo, no qual o vendedor fala ininterruptivelmente, enquanto o outro apenas escuta.

Quando o interlocutor tenta abordar alguns pontos ou propor uma nova ideia de acordo, o responsável pela negociação simplesmente para de prestar atenção. Assim, deixa escapar uma excelente oportunidade de entender melhor o outro lado e, claro, avaliar possíveis ofertas, que poderiam certamente culminar no fechamento do negócio. Portanto, jamais ignore o interlocutor, combinado?

Não há como negar que saber negociar é uma tarefa realmente complicada. Porém, com um pouco mais de estudo e treinamento, tal habilidade pode ser aprendida e aprimorada, facilitando todo o processo.

Já aprendeu sobre os principais erros em negociações que precisam ser evitados e quer receber mais dicas sobre o assunto? Então, siga a gente no Facebook e no LinkedIn!