Azure Gestão de TI Jornada para a Nuvem

Entenda as modalidades de computação em nuvem (IaaS, PaaS e SaaS)

Rafael_sga

O Cloud Computing (Computação em Nuvem) é um conceito bastante divulgado e conhecido no meio empresarial e tecnológico. Porem, é comum que as pessoas ainda tenham dúvidas sobre quais são as opções de cloud computing, nomes, características e quais suas funcionalidades. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, desenvolvemos esse artigo, que trará informações importantes e explicará mais sobre o SaaS, o PaaS e o IaaS, que são as principais opções de computação em nuvem existentes no mercado. Vamos deixar essas dúvidas de lado?!

IaaS – Infraestrutura as a Service (Infraestrutura como serviço)

É um modelo onde você contrata sua infraestrutura como um serviço, e tem uma vantagem muito grande ao modelo tradicional que é por exemplo de contratação de servidores virtuais, além de outros tipos de dispositivo de infraestrutura, ao invés de fazer a aquisição de servidores, roteadores, racks e outros vários tipos de aquisição que é necessário para manter esse ambiente. Aqui você é tarifado por alguns fatores, como número de servidores virtuais, quantidade de dados trafegados, dados armazenados e outros itens, dependendo de como e com qual fornecedor você trabalha. Vou deixar mais alguns exemplos para facilitar.

Por conta da alta escalabilidade, esse modelo de cloud computing é aconselhável, por exemplo, para lojas virtuais que possuem uma demanda volátil, isto é, um aumento de tráfego fora da curva em períodos de datas especiais, como o Natal.

Empresas que crescem rapidamente e que não têm capital para infraestrutura também devem utilizar o IaaS. É claro que, nessa camada, é necessário contar com uma equipe bem qualificada de TI.

Ex: Microsoft Azure, Google Compute Engine e AWS.

Paas –  Plataform as a Service (Plataforma como serviço)

É um modelo que fica entre o SaaS e o IaaS, proporcionando uma plataforma mais robusta e flexível pra utilização de muitos recursos de tecnologia, onde é possível utilizar softwares de maneira bem mais flexível, sendo possível desenvolver suas próprias aplicações baseadas em alguma tecnologia (framework, linguagem etc.) e utilizar a infraestrutura necessária, e o mais importante, adequada a aplicação desenvolvida. Vamos colocar mais exemplos para que fica mais fácil o seu entendimento.

Com o PaaS é possível que vários usuários trabalhem com a mesma aplicação simultaneamente. Para completar, essa modalidade de cloud computing fornece integração com serviços web e bases de dados por meio de padrões comuns.

Diante dessas características, o PaaS é aconselhável para empresas que precisam desenvolver, testar e implementar aplicações de forma rápida.

Ex: Microsoft Azure, Heroku, Tsuru.

SaaS – Software as a Service (Software como serviço)

É um modelo onde a utilização ou aquisição de um software, não tem uma relação com compra de licença, ou seja, você utiliza e paga apenas por sua utilização, vamos colocar isso com exemplos de algo que você utilize no seu dia a dia.

Vamos pegar o Office 365 como um exemplo prático para ficar mais fácil de entender. Ali, o usuário pode criar uma planilha e compartilhá-la diretamente pela internet. As pessoas autorizadas podem acessar esse documento e editá-lo a partir de qualquer dispositivo conectado. Isso sem a necessidade de fazer um download.

Nesse sentido, o SaaS é recomendável para empresas de todos os tamanhos que precisam de acesso remoto ou móvel.

Ex: Office 365, Skype, Netflix, Paypal e Dropbox.

Agora que você já conhece as principais opções de cloud computing, ficou mais fácil escolher o modelo ideal para a sua empresa. Então, basta analisar e selecionar a melhor alternativa para o seu negócio, e nós da SGA Tecnologia Inteligente estaremos prontos para fazer esse analise junto com vocês.

E aí? O que acha de agir imediatamente para solucionar os desafios da sua TI?

 

Rafael Rodrigues Pereira
Gerente de Contas na SGA Tecnologia Inteligente