AzureBackup no AzureGestão de TIJornada para a NuvemSegurançaSGA Monitoring for Cloud

Data Center: 5 Casos de Sucesso de Transformação Digital para inspirar

Conheça na prática, estratégias, implementações e desafios de Gestores de TI na virada do Data Center local para a nuvem.

Dentro das organizações, o setor de TI se torna o protagonista no processo de transformação digital. Um data center exige constante manutenção, inovação e expansão. Além disso, as mudanças trazidas pelas novas tecnologias fazem com que empresas de diferentes setores enfrentem pressões competitivas sem precedentes.

Gartner, empresa mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, destaca que, em 2025, 80% das organizações migrarão seus dados de Data Centers locais para ambientes no formato de colocation, hospedagem ou nuvem, levando-as ao gradual enxugamento de seus Data Centers tradicionais.

Portanto, podemos considerar a Transformação Digital do Data Center como algo além de projetos de inovação. Trata-se de uma prática que assegura o futuro do negócio a fim de tornar as operações mais eficientes e impulsionar resultados.

Quer saber como grandes empresas realizaram esse processo? Confira a seguir 5 casos de sucesso de empresas que transformaram digitalmente o data center.

 

Jaguar Mining Inc.

Jaguar Mining Inc. é uma empresa canadense de mineração subterrânea com operações no Brasil – concentradas na região do Quadrilátero Ferrífero, no Estado de Minas Gerais. A empresa conta hoje com 1.100 funcionários e possui uma produção de cerca de noventa a cem mil onças de ouro por ano.

Principais desafios:

Os principais desafios apresentados eram a flexibilização dos custos – que permite aumentar ou reduzir a empresa sempre que necessário – e a preocupação com o impacto da implantação do projeto na rotina dos usuários, fato este que preocupa a maioria das empresas ao optar pela computação em nuvem.

A Jornada para a Nuvem:

Para a migração, contaram com a parceria da SGA Tecnologia Inteligente, um dos principais parceiros da Microsoft no Brasil em CLOUD. Juntos, decidiram migrar os sistemas de ERP e todo o ambiente crítico para o Azure, a nuvem da Microsoft. Além disso, realizaram upgrade tecnológico do sistema operacional passando a trabalhar em alta disponibilidade. A empresa hoje conta com um ambiente mais seguro, com desempenho justo e otimização de investimento.

Principais resultados alcançados:

Logo, os resultados começaram a ser refletidos na redução do custo mensal. Isso não só em ativos de TI como também em espaço físico, custos fixos, entre outros fatores.

Conforme Roberto Piragibe, Gerente da Jaguar, “A meta da diretoria era ter algo entre 10 e 15 % de redução de custo, a gente agora no terceiro mês já está chegando nisso.”

Além disso, a partir de agora podem contar com uma TI mais estratégica, voltada para o negócio. “Foi uma grande vantagem pra gente não se preocupar com estrutura física e sistemas complexos. Hoje a gente não tem mais uma estrutura de hardware pra poder manter, não precisa ter especialistas pra poder administrar. Na nuvem isso é transparente.”, relata o analista da Jaguar Mining, Thiago Souza.

 

Patrus Transportes Urgentes

Em operação desde 1973, a transportadora mineira Patrus Transportes Urgentes atingiu números expressivos no segmento: são mais de 700 veículos nas rodovias, 2.650 colaboradores, mais de 7,1 milhões de notas fiscais transportadas ao ano para cerca de 1.600 clientes ativos, em 10 estados. Caminhando para os seus 50 anos de atividade, a Patrus Transportes Urgentes não parou no tempo e está se transformando digitalmente com tecnologias Microsoft.

Principais desafios:

Assumindo uma maneira mais eficiente de aumentar a quantidade de dados e crescer, a empresa precisava:

  • otimizar as rotas de transporte;
  • simplificar o gerenciamento das operações em tempo real;
  • e oferecer mais qualidade no atendimento aos seus clientes.

A Jornada para a Nuvem:

Portanto, a solução encontrada para alcançar os resultados foi a transformação digital do data center, iniciada com a migração dos servidores locais para o Azure.

O processo foi gradativo, e contou com a parceria da SGA Tecnologia Inteligente para elaborarem um plano de TI. As diversas tecnologias Microsoft se tornaram ferramentas no processo de inovação.

Segundo Manuel Landeiro, CIO da Patrus Transportes, “Desde a montagem da estratégia até a execução, a equipe da SGA Tecnologia Inteligente esteve ao nosso lado compartilhando conhecimento e nos ajudando a ‘montar’ todo o ambiente com o melhor custo-benefício e com todas as boas práticas recomendadas”.

Principais resultados alcançados:

Atualmente, todo o armazenamento de dados da empresa é 100% em nuvem, ou seja, sem a necessidade de investir em servidores locais. Além de economizar R$ 120 mil por ano com a compra de hardwares, a Patrus aumentou a sua produtividade.

Em vista disso, todo o esforço da equipe de TI é focado em ações mais estratégicas para o negócio, como desenvolvimento de novas soluções para facilitar a interação com o consumidor. “O time de gestão facilmente consegue, no smartphone ou tablet, verificar informações, como números de operações realizadas e faturamento em tempo real, agilizando a tomada de decisão”, diz Landeiro.

 

Grupo Tracbel

A TRACBEL é uma empresa mineira com 50 anos de experiência que atua no sudeste, centro-oeste e norte. O grupo dispõe de diversas linhas de produtos, com tecnologias avançadas, para atender o mercado de equipamentos para construção, mineração, agrícola e florestais. Além de oferecer o suporte em pós-vendas, capaz de antecipar demandas e prover soluções.

Principais desafios:

Um dos principais desafios era preparar o Grupo para a utilização das novas tecnologias disponíveis no mercado e estudar a maneira de como essas tecnologias afetariam o modo de fazer negócios e atender os clientes. Além disso, como um desafio adicional, preparar a estrutura de custo do grupo para o tamanho do mercado que participam e o que pensavam e almejavam participar no futuro.

A Jornada para a Nuvem:

Primeiramente identificaram todos os serviços, além de todas as aplicações hospedadas no data center interno e de terceiros do Grupo. E, em seguida, estruturar um projeto técnico de arquitetura em nuvem utilizada para hospedagem desses serviços e dessas aplicações.

O projeto cobre todas as plataformas e sistemas utilizados atualmente pela Tracbel. Sendo que os principais sistemas são os fornecidos pela SAP. Logo, dentro do escopo desse projeto, estão fazendo a migração pra Cloud da Microsoft, para o Azure do:

  • SAP ECC;
  • SAP CRM;
  • SAP PO;
  • SAP PI;
  • SAP BW;
  • SAP BO;
  • Service Manager;
  • Além de outras plataformas e outros sistemas SAP assim como outros sistemas legados e sistemas satélites que dão apoio ao SAP.

Principais resultados alcançados:

Sobretudo analisaram a rentabilidade e realizaram um estudo de retorno com investimento nesse projeto. Conforme o CIO, “foi possível projetar um retorno de 23% sobre o investimento realizado no projeto nos próximos 3 anos”.

“É importante destacar a relevância de um bom estudo e de um bom projeto antes de uma iniciativa efetiva de migração para a nuvem”.

E complementa: “Conseguimos atender aos requisitos de negócio de agilidade, flexibilidade, principalmente de preparação da empresa para os novos desafios de crescimento e melhoria continua na qualidade do atendimento e no suporte prestado pelo grupo Tracbel aos seus clientes.”

 

Cofermeta 

Fundada em 1948, a Cofermeta hoje é considerada referência na comercialização de ferramentas, ferragens e materiais hidráulicos em Minas Gerais.

Principais desafios:

O hardware estava defasado, já com 5 anos. Portanto, o desafio era encontrar uma solução que voltasse a preocupação da TI para o negócio. E não para a manutenção e cuidados com a infraestrutura.

A Jornada para a Nuvem e os principais resultados alcançados:

Em 2017, levaram o Protheus, o ERP da Totvs, para a nuvem. Porém, por diversas questões o ambiente não ficou tão legal conforme planejado.

“A vantagem da nuvem é isso, nos permite errar. Em questão de uma semana nós consertamos esse erro. Nosso ambiente ficou totalmente operacional , rodando 100% em nuvem e com a performance esperada. Se fosse um ambiente local, teríamos que fazer investimento de um hardware local e não teríamos essa flexibilidade que a nuvem nos dá.”, ressalta Danilo Neves, gestor de TI da Cofermeta.

E complementa, “o WMS também era local e no modelo tradicional de SQL Server com Call de acesso, com licença de Windows com tudo que era necessário para estar legal. Assim, resolvemos fazer a migração para a nuvem utilizando o Banco de Dados como plataforma. Isso foi um benefício enorme porque deixamos de gastar com licença de call de acesso, ganhamos flexibilidade com escalabilidade de tamanho de Banco de Dados.

 

Precon Engenharia 

A Precon Engenharia é uma construtora referência no Brasil em incorporação imobiliária industrializada e sustentável. Após 20 anos de pesquisa e desenvolvimento, a empresa alcançou uma tecnologia própria e inovadora. Dessa maneira, possibilitando o emprego da industrialização na construção civil residencial de forma sustentável.

Principais desafios:

O ambiente de TI da Precon Engenharia apresentava desafios que precisavam ser superados. Dessa forma, era cada vez mais necessário voltar a equipe de TI para a missão de prover soluções que agreguem valor ao negócio da organização.

Portanto, precisavam de apoio para:

  • Realizar diagnóstico do ambiente de TI e fornecer a estratégia de migração para a nuvem. Inclusive, apontando quais serviços permanecem local e quais serão migrados;
  • Após a migração, suportar o ambiente para que ele se mantenha saudável e disponível para uso.

A Jornada para a Nuvem:

O objetivo da Precon Engenharia envolvia a migração do seu ambiente de TI para um ambiente em nuvem como parte da estratégia de renovação do seu ambiente de servidores. Dessa forma, alcançando maior eficiência operacional e redução de custos, com um melhor TCO para o ambiente.

Cenário pré-migração:

  • A empresa utiliza o modelo de aquisição de TI baseado em 3 pilares principais: Hardware, Software e Serviços.
  • A principal aplicação é o SAP, o qual permite a empresa realizar a gestão do negócio.
  • O Data center está localizado em sua matriz em Belo Horizonte e tem 6 anos de vida. Alguns sistemas ficam no data center de uma cidade de Mias Gerais, Pedro Leopoldo. Há 1 ano o data center está depreciado e é mantido através de um contrato de extensão de garantia.
  • A Microsoft é outra fornecedora de software para a plataforma de produtividade (Office 365) e Banco de dados SQL Server.

Desafios:

  • Infraestrutura obsoleta e depreciação dos hardwares.
  • Gestão de garantias dos equipamentos.
  • Ambiente com apenas 1 data center, sem data center secundário, de contingência ou backup.
  • Tempo de recuperação em caso de desastre variando entre 7 a 30 dias, dependendo do tipo de ocorrência.
  • Elasticidade, permite crescer e reduzir dinamicamente de acordo com o negócio.
  • Gerenciamento totalmente realizado pela equipe interna de TI, concorrendo em tempo com outros projetos estratégicos (análises preditivas, segurança da informação e outras inovações que acontecem com apoio da TI).

Impactos para o negócio:

  • Paralisação dos serviços impossibilitando o acesso à informação.
  • Queda de produtividade, perda financeira e dano à imagem da empresa.
  • Na era da Transformação digital, não estar preparado para inovações faz a empresa ser menos competitiva.
  • Pouco tempo para equipe interna de TI focar em soluções que efetivamente agreguem valor ao negócio. Muito esforço é empregado em administração e problemas corriqueiros e pouco tempo para projetos voltados para o negócio.
  • Não estar compliance com normas de governança corporativa.
  • Com a falta de capacidade de reduzir a Infraestrutura, a empresa não consegue reduzir seus custos operacionais.

Benefícios identificados:

  • Mais seguro: A empresa passa a ter um ambiente extremamente seguro, sempre atualizado e com certificações mundiais para garantir a confiabilidade e tranquilidade necessária.
  • Saving Financeiro: Este projeto poderá simplificar a forma de enxergar o valor agregado à TI, além de quantificar o TCO (custo total de propriedade).
  • Posicionamento: Com a implantação de soluções de vanguarda tecnológica, a Precon conseguirá atingir patamar superior e grande admiração do mercado, dos clientes e dos próprios colaboradores.
  • Foco em inovação: Com o projeto, a equipe de TI interna consegue focar em novas soluções e projetos de TI para a empresa, dedicando o tempo mais nobre de trabalho ao negócio.
  • Experiência do usuário: Os usuários sentirão diferença positiva na experiência ao utilizar o serviço de nuvem. Infraestrutura moderna e sempre atualizada refletindo em melhor desempenho.
  • Produtividade: A Precon conseguirá criar uma cultura voltada para a inovação e aproximando a TI do negócio. Além disso, trabalhando para transformar o negócio com o uso de tecnologia, através de soluções já existentes e futuras que estão disponíveis para seu uso.

Enfim, quer conhecer mais casos de sucesso de Transformação Digital do Data Center? Acesse: https://sgatecnologia.com.br/casos-de-sucesso/ e inspire-se.