Backup no AzureGestão de TIJornada para a Nuvem

5 passos para criar uma estratégia de cloud computing

O sistema de cloud computing, ou computação em nuvem, traz uma série de vantagens ao empreendedor. Entre os benefícios, estão o compartilhamento e a mobilidade de informações, ferramentas de integração e um custo menor quando comparado ao investimento em hardwares. Mas atenção: é preciso ficar atento durante a mudança do armazenamento.

Para que a migração para a nuvem ocorra de forma tranquila, é preciso que a empresa estabeleça uma boa estratégia de cloud computing.

Continue a leitura do artigo e saiba como implantar essa tendência em apenas cinco passos.

1. Definir as aplicações que vão para a nuvem

É preciso conhecer exatamente as necessidades da empresa antes de fazer a migração para a nuvem. Faça um mapeamento total das informações. Além disso, defina quais são as mais sensíveis e que, portanto, deverão ser mantidas em total segurança.

Além do levantamento das informações, é necessário verificar a compatibilidade dos softwares e aplicativos antes de migrá-los. Assim, a empresa não será prejudicada durante o processo de transição.

2. Estabelecer responsabilidades de segurança e privacidade

O maior ativo de uma empresa nos dias de hoje são os seus dados e informações. Para que a mudança para o cloud computing ocorra sem grandes problemas, é preciso que a equipe de segurança de TI participe e acompanhe todas as etapas do projeto.

A segurança é o principal elemento a ser considerado na hora de planejar a estratégia de cloud computing. Neste sentido, é importante saber que há a possibilidade de integrar a rede corporativa com serviços em nuvem sem a necessidade de investimento em outros ativos de segurança.

Outra questão a ser considerada é o fato de que é necessário estabelecer limitações de acesso conforme a necessidade de cada colaborador ou departamento. Isso garante que os perfis terão acesso apenas às informações relativas às suas competências.

3. Fazer testes ao aplicar a estratégia de cloud computing

Antes de liberar o acesso ao sistema de cloud computing para toda a empresa e desativar os servidores locais, é importante determinar um período de testes.

Essa fase possibilitará uma avaliação de desempenho, correção de possíveis falhas, verificação de compatibilidades e estabilidade, entre outros aspectos. Assim, a empresa será poupada de prejuízos e transtornos.

4. Treinar a equipe

Para que as funcionalidades do sistema em nuvem ofereçam os melhores resultados e desempenho, é preciso fazer com que todos os funcionários estejam familiarizados e aptos a explorarem as novas ferramentas.

Para que isso ocorra, é imprescindível que se invista em treinamento e acompanhamento dos colaboradores durante a implantação do novo sistema.

5. Fazer onboarding dos clientes

Um sistema de cloud computing oferece uma série de aplicações que permitem uma participação mais efetiva dos clientes em projetos e facilita a comunicação entre as empresas.

Para que essas vantagens sejam bem utilizadas pelos clientes, é imprescindível que os mesmos se familiarizem com o novo sistema.

Nessa etapa, é importante que a empresa invista em orientação e suporte para apresentar a nova tecnologia aos consumidores e, desta forma, sanar possíveis dúvidas. Isso traz confiabilidade e propicia o fortalecimento das relações comerciais.

Com base nestas dicas, é possível inferir que uma boa estratégia de cloud computing deve incluir uma sequência de etapas para que a transição ocorra da melhor forma possível. Estes cuidados são fundamentais para que os recursos e funcionalidades do novo sistema trabalhem em favor dos objetivos da empresa.

Quer se manter informado sobre novas tendências tecnológicas? Assine nossa  newsletter e receba outras notícias sobre o tema.