Backup no AzureGestão de TIJornada para a Nuvem

A TI não deve, ela é obrigada a inovar!

Em 2019 e 2020, na definição das maiores prioridades de negócios, os CEO’s indicam o crescimento em primeiro lugar e a TI logo em seguida. Diante deste direcionamento, como a TI deve se posicionar e quais ações se espera dela tendo em vista a expectativa dos CEOs e as melhores práticas de mercado?

Neste artigo abordaremos sobre a urgência e importância da TI se transformar, atualizar, modernizar.

Dados fundamentados pelo Gartner

Antes de tudo, para nos debruçarmos sobre o momento de definição das prioridades dos CEOs, tomemos por referência uma pesquisa mundial realizada com 473 C-Level’s.

  • 53% deles indicaram o crescimento do negócio como prioridade numa lista de 3 top estratégias de negócio, seguido por 32% que apontaram a TI dentro da mesma lista.

A pesquisa foi realizada pelo Gartner, empresa americana com mais de 10.000 clientes em mais de 140 países. Além disso, é responsável por proporcionar aconselhamentos para todos os C-levels dos seus clientes. Isto oportuniza avalizar que não existe uma coincidência, a TI tem um papel de destaque na estratégia de negócio dos CEO’s.

Em seguida, examinando a pesquisa mais profundamente, observamos que muitos desses CEOs – cerca de 18,6% – ao falarem de TI, mencionaram a palavra “Digital” dentro das suas top 5 prioridades de negócio.

Sendo, desta forma, mais do que um reflexo da percepção da constante e acelerada transformação do mundo. É um indicador da atenção redobrada à influência e ao impacto desta transformação nas áreas de negócio das suas corporações.

E neste movimento, há uma ascendente promoção de ações de mudanças estruturais. Estas, para tornar seus negócios mais digitais dentro de uma estratégia na qual as pessoas repensem suas atividades para provocar novos resultados.

Diante constantes desafios para os negócios – onde os executivos e as áreas de negócio apontam a TI com um papel fundamental – faz-se necessário que a TI esteja preparada para responder as demandas de digitalização do negócio.

De acordo com o Gartner, até 2025, 80% das atividades de infraestrutura e operações serão para suportar produtos de negócios digitais.

Então, como a TI deve se posicionar e quais ações se espera dela?

Ao posicionar a TI de forma mais estratégica a primeira mudança que deve acontecer é a do mindset, ou forma de se pensar, para isso existe uma recomendação do Gartner para a Jornada de Transformação da TI, confira no quadro abaixo:

Jornada de Transformação da TI

 

E aí, faz sentido pensar neste novo modelo?

Se você ainda acredita que não, é hora de repensar todas as suas crenças, o mundo, o mercado, sua empresa, tem mostrado todos os indicadores com a expectativa de onde ela precisa que você esteja, abra os olhos para as oportunidades e transforme-se agora.

Assim como a fundação de um prédio, ou alicerce, serve para apoiar a estrutura do prédio, quando falamos em negócios digitais não é diferente.  Também precisamos de um alicerce para ser a estrutura do suporte para a digitalização dos negócios. E a fundação para este processo, segundo o Gartner é a Nuvem Pública.

E é aí que vem a grande oportunidade para que a TI se posicione de forma mais estratégica frente ao negócio: consistindo a expectativa e o interesse dos executivos com os desafios de negócio ser transformado através da adoção de novas tecnologias.

Neste contexto, a definição de como e quando migrar o datacenter para a Cloud, por exemplo, torna-se a uma das principais estratégias a serem tomadas.

Mas, como?

Segundo o Gartner, segue alguns caminhos para se atingir este objetivo:

Gartner - Jornada de Transformação da TI

Os caminhos apresentados acima respondem como migrar, mas ainda não responde quando e aí vem outro grande desafio. Com intuito de entender e analisar quando migrar, é necessário ter parcimônia com o negócio. Dessa maneira, alguns elementos são importantes entender para se construir a melhor estratégia de avaliação tais como:

  • Depreciação do Investimento já realizado,
  • Risco x Extensão da Vida útil do bem,
  • Regime Tributário,
  • Composição de Preço de Venda do Produto,
  • Estratégia de Fluxo de Caixa, dentre outros elementos.

Superado este desafio de como e quando mover, a TI passa a ter mais tempo para focar e atuar no que realmente importa: apoiar a digitalização do negócio empoderando a empresa a conquistar mais, catalisando a inovação.

De fato, investir melhor o tempo tem se tornado uma questão de sobrevivência. Os negócios têm esperado que a TI participe do processo de digitalização. Exemplo disso é uma pesquisa recente do Gartner que aponta que 1 em cada 3 empresas já está usando ou planeja usar Inteligência Artificial. Além disso, 1 em cada 3 lideres de TI serão substituídos para entregar mais iniciativas digitais.

Tempo é ou não é questão de sobrevivência?

Enfim, diante de todo este cenário, fica evidente que no mundo em transformação em que vivemos, a TI tem uma grande oportunidade à sua frente, de ser protagonista na transformação digital do seu negócio. Tudo é uma questão de foco, de posicionamento e de tomada de decisão.

 

 

Referências:

Build and Market Cloud-Based Offerings Primer for 2017
Forecast Overview: Public Cloud Services, Worldwide, 2017 Update
Market Trends: Cloud Adoption Trends Favor Public Cloud With a Hybrid Twist
Market Insight: Cloud Shift — The Transition of IT Spending From Traditional Systems to Cloud
The Gartner Scenario for Next-Generation Cloud-Related Services
IT Operations Management 2025: Shift to Succeed
2018 Strategic Roadmap for IT Service Management
2018 Strategic Roadmap for I&O Automation
2018 Strategic Roadmap for IT Operations Monitoring
Adopt a New I&O Operating Model and Organization Design for Digital Business
Leadership Vision for 2019: Infrastructure and Operations Leader
The IT Implications of the 2018 CIO Survey for I&O Leaders
I&O Leaders Need to Leverage Startups to Accelerate Infrastructure Innovation
Top Challenges Facing I&O Leaders in 2018, and What to Do About Them
Adopt a New I&O Operating Model and Organization Design for Digital Business
Organize I&O for Cloud Infrastructure as a Service
Build I&O Staff Talent to Support Bimodal, DevOps and Cloud
Take These Five Steps to Prepare I&O for Digital Business Platforms
Five Principles Underpin IT Cost Optimization Success
A Sourcing Executive’s Guide to Optimizing Hosting Costs With Amazon Web Services
A Procurement Manager’s Guide to Negotiating With Amazon Web Services, 2016
Three Moves for CIOs to Lower Business Costs With Cloud
Addressing Lock-In Concerns With Public Cloud Infrastructure as a Service
Market Guide for Machine Learning Compute Infrastructures
Market Guide: Machine Learning Infrastructure as a Service
Find the Right Accelerator for Your Deep Learning Needs
Market Guide for AIOps Platforms

Armindo Gabriel Sgorlon