AzureGestão de TIJornada para a Nuvem

Entenda o Storage Sync Services

O serviço de AFS (Azure File Sync) centraliza os compartilhamentos de arquivos de uma organização e sincroniza as alterações. Além desse recurso, um dos principais benefícios é economizar muito espaço em disco nos File Servers através dfuncionalidade de Cloud Tiering, que será discutida juntamente do serviço nesse artigo. 

O AFS é composto por alguns elementos que permitem a centralização e sincronia de arquivos mesmo em diferentes locais. 

O primeiro elemento é o Cloud Endpoint:

Que é criado a partir do serviço do Azure Files, esse é ponto central de armazenamento dos arquivos, cada Cloud Endpoint pode ter até 100TB de armazenamento.

O outro elemento é o Server Endpoint:

Onde são feitos os acessos dos arquivos pelos usuários, ou seja, um file server. Cada servidor suporta 30 conexões de sincronismo. 

Sendo assim é possível termos por exemplo, um file server com 3000TB vinculados a um servidor e aí está a maior vantagem desse serviço. Não é necessário termos isso de armazenamento no servidor. Isso graças a funcionalidade de Cloud Tiering. 

Cloud Tiering

O Cloud Tiering é uma funcionalidade que permite deixar disponível em cache para o acesso rápido do usuário somente arquivos recentes. Sendo assim uma unidade de 100TB é possível ter um armazenamento no servidor de somente 500GB por exemplo. Os outros arquivos são exibidos nas respectivas pastas, porém só vão ser armazenados em cache local após o primeiro acesso. 

É possível definir políticas que se adaptam melhor a cada necessidade, por exemplo, manter em cache arquivos mais novos que 365 dias e não ultrapasse 80% de ocupação do disco local. 

Além do ganho com armazenamento existem outros benefícios como a sincronia de pastas em diferentes locais. 

Com essa funcionalidade é possível termos em várias filiais, por exemplo, cada uma com um file server de cache. 

Ou seja, todos os File Servers com as mesmas pastas e arquivos para toda empresa. Isso facilita imensamente a administração do T.I, facilidade e padroniza o acesso as pastas de toda empresa. 

Quando o arquivo é modificado em um local, ele é sincronizado para o Cloud Endpoint no Azure e enviado a todos os outros File Servers (Server Endpoints) vinculados no mesmo Sync Group. Em cada Sync Group é possível ter 30 Server Endpoints. 

Em relação a backup a administração fica bem mais fácil por ser em nuvem. Não é preciso se preocupar com controle de fitas, armazenamento seguro e outras preocupações do backup on-premisses. Na nuvem, podemos fazer 200 Snapshots para cada compartilhamento com retenções variadas (semanal, mensal, anual). 

Enfim, quer conhecer mais sobre o AFS (Azure File Sync)? Clique aqui e fale com de nossos especialistas.

Diogo_Almeida