Jornada para a NuvemSAP no Azure

O que é o melhor: ERP na nuvem ou local?

Que o uso de um software ERP traz muitos benefícios à gestão da empresa, não há dúvidas. Como por exemplo:

  • aumento da produtividade,
  • redução do tempo de entrega de produtos,
  • organização do balanço financeiro,
  • redução do estoque,
  • e melhor controle da folha de pagamento são só alguns deles.

Um ERP ajuda a organização a reduzir custos, o sonho de qualquer CEO. Contudo, um aspecto que muitos deixam de lado depois de instalar o ERP é o tipo de instalação. Se será em um servidor local ou ERP na nuvem?

 

O modelo mais comum: servidor local

O uso de um ERP não é uma demanda nova nas organizações. É possível encontrar registros do uso do sistema que daria origem ao software de gestão já na década de 80.

Hoje o modelo mais comum de instalação do ERP seja aquele que é instalado em um servidor local.

Empresas de diversos setores investiram alto em infraestrutura para atender os requisitos do software, em compra de licenças, na contratação de um fornecedor do programa e no treinamento da equipe para implementar o ERP. Sem mencionar os gastos, ao longo dos anos, com manutenção do hardware que suporta o programa.

Contudo, a tecnologia evoluiu trazendo consigo melhorias não só nas funcionalidades do software, como também na forma como ele é instalado na empresa. Por isso, essa é a hora de pensar: será que continuar com o meu ERP em um servidor local é o melhor para minha empresa?

 

As diferenças gerais entre o ERP na nuvem e o local

Antes de entrar no mérito das razões pelas quais você deve migrar seu ERP para a nuvem, é preciso entender quais as diferenças gerais entre os dois modelos. Veja só:

  • ERP local: como sugere o nome, a instalação é executada localmente no hardware e nos servidores das empresas, além de ser gerenciado pela equipe de tecnologia da informação da empresa. O acesso aos dados é feito por computadores sem precisar de conexão com a internet.
  • ERP na nuvem: esse sistema elimina a necessidade de possuir infraestrutura robusta para suportar o software. Com a migração, todos os dados do programa serão alocados na nuvem, e não mais em servidores locais.

 

As vantagens de migrar o ERP para a nuvem

A computação na nuvem é a melhor solução disponível para armazenamento de sistemas e arquivos. Ela contribui para o sucesso de um empreendimento em decorrência de sua acessibilidade remota em qualquer lugar do mundo.

Além disso, ela proporciona mais agilidade às suas operações, menores gastos com hardware, manutenção facilitada e de diversos outros benefícios que fazem dessa uma poderosa aliada de qualquer empresa.

E para que você entenda de uma vez por todas quais as vantagens que o uso de um ERP na nuvem pode trazer para o seu negócio, separamos abaixo os principais benefícios desse modelo:

Gastos previsíveis

Uma das vantagens no sistema de ERP na nuvem é que os gastos que você terá enquanto utilizá-lo são perfeitamente previsíveis. Se quiser prever o seu budget para os próximos 12 meses, por exemplo, você saberá exatamente quanto será o gasto com o ERP, sem o perigo de ter surpresas lá na frente.

Menores custos com hardware

Outro ponto de destaque é que não é preciso investir em infraestrutura para suportar o programa, já que ele ficará todo baseado na nuvem e seu uso é feito pela internet.

Mais flexibilidade

O ERP na nuvem é uma solução escalável, ou seja, caso a empresa aumente e precise de maior espaço para os dados. Além disso, não será preciso fazer altos investimentos com infraestrutura, bastando aumentar o espaço na nuvem que utiliza. E o que é melhor: você paga somente por aquilo que utiliza.

 

Mais segurança para os seus dados com o ERP na nuvem

De fato, a segurança da informação é uma das maiores preocupações das organizações na atualidade. O risco de vazamento de dados, ou da perda deles, aumenta com o crescente número de ameaças. Além da dependência do uso de servidores cada vez mais robustos para suportar a enorme quantidade de informação gerada.

Portanto, armazenar dados em um servidor local, que requer uma equipe especializada para ser operado e realizar manutenções, pode parecer a opção mais segura. Porém, a verdade é que a nuvem foi criada justamente para dar mais estabilidade e proteção às informações da empresa.

Com um ERP na nuvem, o processo de backup é feito automaticamente, ou seja, você não correrá risco de perder dados cruciais por causa de uma falha de hardware ou falta de energia. Todas as informações são distribuídas em diversos servidores, de forma que, se um falhar, você poderá acessá-las por outra maneira.

 

Por que migrar seu sistema agora mesmo

O ERP local pode ter sido uma ótimo solução durante alguns anos, com o aumento e sofisticação dos ataques cibernéticos. Porém, atualmente é preciso pensar em soluções que reduzam custos e tragam mais segurança para os dados da empresa.

O ERP local exige que você tenha um especialista em segurança da informação dedicado ao sistema. Isso para evitar a ocorrência de vazamentos e bloquear as tentativas de infiltração dos crackers (hackers criminosos).

Ele também te deixa mais vulnerável a falhas de hardware. Visto que o sistema estará instalado em servidores físicos que podem apresentar falhas e gerar gastos com manutenções a qualquer momento.

Sendo assim, migrar para o ERP na nuvem, sem dúvida, é a melhor escolha para manter sua empresa competitiva e desfrutar do que há de melhor em tecnologia no mercado.

Enfim, o importante é saber avaliar fornecedores e escolher um que entenda bem as necessidades da sua empresa. E desta forma, oferecendo o melhor suporte para que a implantação do software traga benefícios e não dor de cabeça.

Se ainda tiver dúvidas e quiser continuar acompanhando as melhores dicas para melhorar a gestão da sua empresa, siga nossa página no Facebook e no LinkedIn e fique por dentro de todas as nossas novidades!