AzureGestão de TIJornada para a Nuvem

Instâncias Reservadas (RIs). Um caso prático de como utilizá-las.

Grandes players de mercado tem a possibilidade de ofertar RIs (instâncias reservadas) aplicadas a tecnologia de nuvem. O artigo elucida a oferta de RIs da Microsoft Azure. 

Ok, mas o que de fato é uma RIs? 

RIs são máquinas virtuais e de banco de dados, as mesmas comercializadas normalmente em contratos EA (enterprise agreement) e CSP (Cloud Solution Provider) porém em um modelo de reserva para ambientes onde há previsibilidade de consumo por um período de tempo considerável, de no mínimo 1 (um) ano.  

Mas por que reservar e não pagar de acordo com o uso no caso do CSP? 

A Microsoft concede um desconto significativo na contratação antecipada de seus recursos. Entende-se como uma garantia que o cliente vai consumir certo modelo de máquina por um período de tempo. Desta forma há previsibilidade e compromisso de compra assegurado por um contrato formal que pode durar 1 (um) ou 3 (três) anos. 

Dependendo da máquina e análise financeira do custo total de aquisição (TCOo desconto pode ser de até 80% (oitenta porcento), o que, de fato, viabiliza ainda mais um projeto de Jornada de Transformação Digital ou a manutenção desse processo. 

 Fonte: https://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/reserved-vm-instances/ 

Esse tema de RIs entrou no contexto de nuvem porque ao longo do tempo observou-se que alguns negócios tinham cargas de trabalho com escalabilidade horizontal, ou seja, que não existia os picos de processamento e que são executadas por um longo período de tempo. 

Por exemplo, quando você executa continuamente quatro instâncias de um serviço sem uma reserva, você será cobrado com taxas pré-pagas. Se você comprar uma reserva para esses recursos, você obtém imediatamente o desconto de reserva. Os recursos não serão mais cobrados com base nas taxas pagas conforme o uso.  

Fonte do exemplohttps://docs.microsoft.com/pt-br/azure/billing/billing-save-compute-costs-reservations. 

O papel da TI

É importante a TI entender o momento do negócio para propor essa estratégia. Em uma visão a médio prazoater aos custos/fluxos de pagamentos e em como dimensionar uma nova arquitetura do ambiente. Nesse contrato há regras importantes quanto a troca de modelo de máquinas e condições de cancelamento. 

Sendo assim e até corroborando ao discurso do Gartner, para que o negócio tenham uma boa experiência de nuvem é necessário contar com um MSP (Managed Service Provider) ou seja, parceiro que tenha uma mensagem clara e competência para extrair o melhor resultado da Nuvem para que recomende aRIs adequadas e que faça uma análise de consumo, performance e financeira demonstrando o valor exato de desembolso e economia. 

 

Processo SGA 

  1. Os Serviços Inteligentes da SGA Tecnologia (Parceiro MSP) através da rotina de  Cloud Advisor – recomendando de forma justificada (técnica e financeira) o uso de instâncias reservadas. _ No caso de renovação o cliente receberá de forma antecipada o contato da área de sucesso do cliente SGA Tecnologia, onde será demonstrado novamente as recomendações técnicas e financeiras (Cloud Advisor).
  2. Cliente aprova as recomendações e escolhe o modelo de 1 ou 3 anos de uso.
  3. Distribuidor/Microsoft gera a cobrança On-shot (pagamento único). 

 

Pontos Importantes 

  1. Quando a instância reservada expirar, as VMs implantadas continuarão a funcionar e serão cobradas de acordo com a taxa paga conforme o uso em vigor.  
  2. Sendo necessário troca será permitido o recebimento de um reembolso proporcional baseado na quantidade não usada, o que se aplicará totalmente ao preço de compra de uma nova Instância de VM Reservada do Azure.  
  3. Ao cancelar será encerrada a Instância de VM Reservada do Azure e você receberá um reembolso proporcional com base no tempo restante da Instância de VM Reservada do Azure menos uma taxa de rescisão antecipada de 12%. 
  4. Uma reserva cobre apenas os custos de computação da máquina virtual. Não cobre encargos adicionais de software, rede e armazenamento. 
  5. vCore reservado do Banco de Dados SQL: Apenas os custos de computação são incluídos em uma reserva. A licença é cobrada separadamente. 
  6. Capacidade reservada do Azure Cosmos DB. Uma reserva cobre taxa de transferência provisionada para seus recursos, mas não cobre encargos de rede e armazenamento. 

 Estudo de Caso Prático 

  • Cenário sem estratégia de RIs | Linha Laranja: 16 VMs + Storage + Backup + Rede + AFS + App Service Plan + SQL PaaS 
  • Cenário com estratégia de RIs | Azul: 8 VMs + Storage + Backup + Rede + AFS + App Service Plan + SQL PaaS + 8 VMs com RIs 

 

Fonte (https://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/reserved-vm-instances/) 

Resultados da Recomendação de RIs: 

Percentual de economia das 8 VMs RIs: 70% 

Percentual de economia do projeto: 12% 

 

A importância de ter um parceiro de nuvem 

Portanto, contar com um parceiro capacitado é importante para que as informações levantadas sejam usadas da melhor maneira possível. E com isso, viabilizar iniciativas de nuvem com ganhos reais tecnológicos e financeiros. 

A avaliação da capacidade do parceiro deve ser feita de forma criteriosa, levando em consideração principalmente: 

  • a capacidade técnica dos profissionais; 
  • casos de sucesso comprovados em projetos similares; 
  • nível de parceria com o fornecedor de nuvem; 
  • níveis de serviços prestados após um projeto de migração (MUITO importante) dentre outras características que sejam importantes para o negócio. 

Diante disso, a SGA Tecnologia Inteligente se apresenta como parceiro de transformação digital do datacenter com qualificações que você pode conferir no site.